Inventio, invenção, inventário - Mary Carruthers

"A palavra latina inventio originou duas palavras distintas no inglês moderno. Uma delas é 'invention' [invenção], significando a 'criação de algo novo' (ou pelo menos diferente). Tais criações podem ser ideias ou objetos materiais, incluindo, naturalmente, trabalhos de arte, música e literatura. Também dizemos que as pessoas têm 'mentes inventivas', com o que queremos dizer que elas têm muitas ideias 'criativas' e são, em geral, boas em 'construir', para usar o sinônimo no inglês médio do que hoje denominamos 'composição'.
A outra palavra do inglês moderno derivada do latim inventio é 'inventory' [inventário]. Ela se refere ao armazenamento de muitos materiais diferentes, mas não a um armazenamento aleatório; roupas jogadas no fundo de um armário não podem ser chamadas de 'inventariadas'. Um inventário deve ter uma ordem. Os materiais inventariados são contados e dispostos em locais dentro de uma estrutura global que permite que qualquer item seja recuperado de maneira fácil e rápida. Esta última exigência também exclui coleções que sejam demasiadamente desajeitadas ou genéricas para serem úteis; para entender o porquê, basta pensarmos em por que é tão desanimador localizar o próprio carro em um estacionamento vasto.
Inventio comporta os sentidos dessas duas palavras, e essa observação aponta para uma suposição fundamental sobre a natureza da 'criatividade' na cultura clássia. Ter um 'inventário' é uma condição para a 'invenção'. Tal afirmação pressupõe não apenas que não se pode criar ('inventar') sem um depósito de memória ('inventário') a partir do qual e com o qual inventar, mas também que tal depósito de memória está efetivamente 'inventariado', que seus materiais se encontram em 'locais' prontamente recuperáveis. Algum tipo de estrutura locacional é de fato um pré-requisito para qualquer pensamento inventivo."

CARRUTHERS, Mary. A técnica do pensamento: meditação, retórica e a construção de imagens (400-1200). Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2011. P. 36-7.

Nenhum comentário: